Três dicas de leitura que abordam a atmosfera feminina


O Dia Nacional da Mulher é celebrado anualmente em 30 de abril no Brasil. A data foi criada para reforçar o desenvolvimento e reeducação social sobre os direitos que as mulheres devem ter na sociedade.

Confira abaixo nossas três dicas de leitura que abordam a atmosfera feminina:

O mundo das mulheres

Autor: Alain Touraine

R$ 80,00

À questão “Quem é você?” as mulheres de hoje respondem sucessivamente: “Eu sou uma mulher”, “Eu me construo como mulher” e “Eu me defino inicialmente pela sexualidade”. Assim como o próprio mundo, a conquista das mulheres se perde na própria construção. O livro sobre as mulheres e tudo o que envolve a atmosfera feminina, ainda assim, um livro para todos.

Sobre o autor:

Alain Touraine nasceu na França em 1925. É doutor em Letras e doutor por diversas universidades europeias e latino-americanas, além de presidente da Sociedade Francesa de Sociologia e vice-presidente da Associação Internacional de Sociologia. Touraine tornou-se um dos mais influentes sociólogos contemporâneos, sendo mundialmente conhecido. Dele, a Editora Vozes também publicou: Crítica da modernidade, O que é democracia? Poderemos viver juntos?

Aspectos do feminino

Autor: C.G. Jung

R$ 47,50

Aspectos do feminino oferece uma série de artigos e extratos dos escritos de Jung que transmitem suas visões sobre o feminino e sobre temas que são intrínsecos ou relacionados: casamento, eros, a mãe, a virgem/donzela e o conceito de anima/animus, que é uma característica central da teoria da estrutura da personalidade de Jung. Esta seleção de textos abordando as várias faces do feminino segundo a teoria psicológica de C.G. Jung constitui importante ferramenta para reflexão e aprofundamento do universo feminino e sua relação com o universo masculino em uma época em que os modelos tradicionais de virilidade e feminilidade se dissolvem e requerem uma nova atitude coletiva.

Uma voz diferente: teoria psicológica e o desenvolvimento feminino

Autora: Carol Gilligan

R$ 78,00

Uma voz diferente – Teoria psicológica e o desenvolvimento feminino tem como intuito examinar as diferenças de desenvolvimento entre meninos e meninas, e como estas diferenças determinam a personalidade humana, sobretudo sobre como é possível pensar uma ética a partir de um viés visto como mais feminino, que valoriza a preocupação com os outros, o viés do cuidado. A autora abriu um debate político crucial, entre ética da justiça e ética do cuidado, entre uma moral centrada na equidade, imparcialidade e autonomia e uma moral formulada “com uma voz diferente”, mais frequentemente reconhecida na experiência das mulheres, e com base não em princípios, mas em uma questão: como fazer, em uma determinada situação, para preservar e manter as relações humanas que estão em jogo? Para a psicologia convencional, a centralidade das relações na vida emocional das mulheres seria um ponto fraco, uma deficiência, que mantém as fronteiras “permeáveis demais” entre o eu e o outro.

Sobre a autora:

Carol Gilligan é professora universitária da Faculdade de Direito da Universidade de Nova York. Autora de diversos livros na área.